NotíciasHome / Notícias / MANIFESTO BUSCA VALORIZAR...
Manifesto busca valorizar enfermagem na APS 20/07/2015

A SBMFC apoia o Manifesto em prol da valorização e reconhecimento da enfermagem na Atenção Primária à Saúde, buscando o fortalecimento da enfermagem na APS, por acreditar ser fundamental para a qualificação da APS Brasileira. “Neste sentido, apoiamos como uma medida estruturante a organização de uma entidade ou associação de enfermagem na APS, que possa estar pensando e trabalhando em conjunto conosco o desenvolvimento da APS brasileira através de ações integradas com ênfase na formação e desenvolvimento continuado dos profissionais que atuam na estratégia saúde da família”, afirmou Thiago Trindade, presidente da SBMFC.

Confira a íntegra do texto do manifesto:

Manifesto em prol da valorização e reconhecimento da enfermagem na Atenção Primária à Saúde

Em maio de 2008, um grupo de enfermeiros participantes do 10º Congresso Brasileiro de Medicina de Família e Comunidade em Fortaleza (CE), enquanto Profissionais de Enfermagem com atuação na Atenção Primária à Saúde (APS), reuniram-se no supracitado evento e constataram não estarem, enquanto indivíduos isolados, nos anseios e demandas pela valorização da enfermagem e pelo reconhecimento do profissional de enfermagem na práxis da atenção primária.

Na continuidade da troca de ideais e experiências decorridas durante encontros realizados durante a programação dos eventos 10º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva em Porto Alegre- RS e do 11º Congresso Brasileiro de Medicina de Família e Comunidade em Belém- PA, em que a partir do aprofundamento de interações de experiências e ideias trazidos por profissionais de enfermagem atuando na atenção primária das diferentes regiões do Brasil, entendeu-se (coletivamente) a visceral demanda e desafio que estivesse diante de nós.

Nesta linha, outras iniciativas deram-se nos diversos estados brasileiros, como o 1º Congresso Fluminense de Enfermagem na Atenção Primária à Saúde (COFENAPS), realizado em julho de 2011 na cidade do Rio de Janeiro, reunindo cerca de três mil congressistas, reforçando a necessidade de discutir a Enfermagem no âmbito da APS e a sua contribuição na efetivação das políticas de saúde.

Neste sentido, verificou-se a necessidade de consolidação de um Movimento em Prol da Enfermagem e, cujos desafios encontram breve síntese nos nortes que seguem abaixo:

1. Reconhecimento da Enfermagem na Atenção Primária à Saúde como elemento de transformação social;

2. Consolidação e visibilidade do papel da Enfermagem na Atenção Primária à Saúde como agente de transformação social;

3. Qualificação cientifica e técnica das práticas de Enfermagem na Atenção Primária à Saúde;

4. Ressignificação da “consulta da enfermagem” na Atenção Primária à Saúde, enquanto técnica e prática legal do enfermeiro;

5. Dignidade para os profissionais de enfermagem, que importe em dignidade humana, social e laboral.

Importante, para este movimento sublinhar que somos todos promotores da Enfermagem e estejamos na linha de frente junto à Atenção Primária à Saúde por todo o Brasil e, que entendamos que qualquer mudança, reconhecimento da Enfermagem necessariamente tem o nosso protagonismo e deva estar condicionada à contemplação das aspirações, práticas e ideias (organizadas ou não) dos Profissionais de Enfermagem.

Assim, seguimos abaixo assinados, e pedimos que se você profissional compartilha os sentimentos e ideias deste Movimento, m também seu apoio e adesão, assinando o presente Manifesto, e comparecendo ao Encontro de Enfermagem na Atenção Primária que ocorrerá na data 16 de setembro de 2015, no Teatro do Centro de Convenções Poeta Ronaldo Cunha Lima, em João Pessoa na Paraíba, aproveitando a programação do 18º Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem (CBCENF).

Para manifestar apoio é preciso preencher o formulário que funcionará como abaixo assinado: http://goo.gl/forms/FZLvHwE5WN

<< voltar às notícias

PARCEIROS

AFILIADOS