NotíciasHome / Notícias / PARTICIPAÇÃO DA SBMFC NO ...
Participação da SBMFC no 25º SIAP 11/04/2013

Entre os dias 2 e 3 de março, foi realizado na cidade do Rio de Janeiro, o 25º Seminário Internacional de Inovação em Atenção Primária (SIAP). Confira a opinião dos especialistas da SBMFC sobre o evento:

 
Paulo Poli, diretor da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC):
“O seminário teve dois enfoques: a apresentação de experiências inovadoras na atenção primária no Brasil com relatos muito proveitosos sobre como melhorar o acesso da população às unidades de saúde e como oferecer o melhor cuidado para determinadas situações clínicas; e debater as diferentes formas de remuneração desses profissionais. Este último permitiu aos participantes conhecer as vantagens e desvantagens do pagamento por salário fixo, por capitação, por performance e por produção. Uma discussão com desdobramentos práticos muito importantes, mas que apenas se inicia no Brasil. A experiência e os estudos internacionais parecem apontar para a combinação de pagamento por capitação (ou seja, por pessoa vinculada ao médico, enfermeiro, cirurgião-dentista da equipe) mais um percentual associado à performance ou produção a que traz os melhores resultados na qualidade da atenção primária”.
 
Thiago Trindade, diretor de Graduação e Pós-Graduação Stricto sensu da SBMFC:
O SIAP, coordenado pelo Dr. Juan, trabalhou diversas experiências inovadoras na atenção primária, com apresentações de colegas de todo Brasil, Argentina, Uruguai, e Espanha. Dr. Juan contribuiu de maneira fundamental, com aporte teórico às discussões frente às experiências apresentadas, destacando, por exemplo, a necessidade de se avançar para formas de pagamento diferenciadas na atenção primária, para além das existentes hoje no Brasil, que se fundamenta, exclusivamente, em salário fixo, e que pode ser melhorada para impactar em uma melhor qualidade do cuidado, com formas associadas por capitação e por performances. Discutiu também a necessidade de qualificar o acesso com garantia da equidade, buscando atingir as pessoas com maiores necessidades de cuidado, precisando superar as formas obsoletas de gerenciamento de agendas baseadas em programas verticais.
Dentre as experiências relatadas destacamos as apresentações sobre formas diferenciadas de pagamento - como pagamento por capitação - com correção por idade, risco e vulnerabilidade social, além da gravidade clínica; formas de melhoria do acesso - com uso de tecnologia apropriada como e-mail, blog, celular (experiência de Florianópolis); o uso de evidências para tomada de decisão na gestão (experiência de Piripiri - Piauí); a implementação de ferramentas de gestão da clínica potencializando o acesso, a gestão do tempo e a produção de indicadores locais (experiência em Brasília, São Paulo, Sobral); formas de qualificação do controle social na atenção primária (experiência em Corrientes - Argentina); cuidado integral de crianças com asma com redução de internações pela qualificação do processo de trabalho das equipes de atenção primária (experiência do Grupo Hospitalar Conceição).
Esse seminário, além do formato extremamente dinâmico e com a participação de todos, possibilita através da troca de experiências, um aprendizado fundamental para os médicos de família e comunidade desenvolverem projetos junto à sua comunidade que potencialize a qualidade do cuidado, através do uso de ferramentas de gestão da clínica, melhora do acesso, com garantia de equidade, de forma a qualificar a atenção primária no atingimento de seu objetivo de como contribuir para produção de saúde das pessoas.
<< voltar às notícias

PARCEIROS

AFILIADOS