NotíciasHome / Notícias / CONFERÊNCIA SOBRE SAÚDE F...
Conferência sobre Saúde Familiar e Atenção Primária 19/01/2012

(Foto: Gustavo Gusso e Eduardo Alemany Perez)

O presidente do III Congreso Regional de Medicina Familiar Wonca Iberoamericana – CIMF, Prof. Dr. Eduardo Alemany Perez, realizou duas conferências no Brasil sobre Saúde Familiar e Atenção Primária. O primeiro encontro foi realizado no dia 16, na Unip de S. José do Rio Preto; e, no dia 17, no Centro de Aprimoramento Profissional de Enfermagem do Conselho Regional de Enfermagem (CAPE-Coren), em São Paulo.

Em São Paulo, Perez falou sobre os principais temas que serão discutidos no Congresso e também apresentou um panorama da especialidade e da APS em Cuba. Segundo ele há aproximadamente 30 mil médicos de família no País, com cobertura de 100% das zonas rurais. “Existem Grupos Básicos de Trabalho que tem a função de controlar os Consultórios de Medicina Familiar. As Policlínicas têm o respaldo para realizar serviços de Atenção Primária à Saúde e estão vinculadas aos hospitais”, explicou.
Para ilustrar os apontamentos, o especialista apresentou dois vídeos, um sobre a estrutura de Cuba para receber congressos e outro sobre as Policlínicas.

Presente no encontro, o presidente da SBMFC, Gustavo Gusso, ressaltou que o Brasil está no caminho do desenvolvimento e aperfeiçoamento da Medicina de Família, assim como ocorre em Cuba e deixou a seguinte mensagem em seu discurso de abertura: “Espero que todos possam ir a Cuba para conhecer o que esse país-irmão tem feito pela saúde e pelo continente. Além de um país se desenvolver como um todo, o continente também tem que evoluir como um todo. É difícil ter um país com Atenção Primária muito forte e um continente onde ninguém investe nisso, então é fundamental evoluirmos juntos para que possamos oferecer às próximas gerações mais qualidade de vida”.

A representante da Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo (SMS-SP), Sônia Dias, apresentou um ‘Panorama da Atenção Básica no Município de São Paulo’. De acordo com o levantamento, a cidade de São Paulo possui 440 UBSs, sendo 263 UBSs com ESF; 1.225 equipes de ESF; e 7.156 agentes comunitários de saúde. Além disso, a cidade possui 116 AMAs, vinculadas à Atenção Básica, que já realizaram 8 milhões de consultas. Sônia falou sobre a importância do investimento em Atenção Básica e sobre os programas transversais para o fortalecimento da rede vinculados à Atenção Primária como o ‘Mãe Paulistana’.

Também participou das discussões, a representante do presidente do Coren-SP, Marlene Uehara, que falou sobre o trabalho do enfermeiro junto ao médico de família e comunidade. Marlene disse que Saúde da Família é um dos enfoques de trabalho do CAPE, tendo em vista que pela estrutura da ESF, o enfermeiro encabeça a maioria das ações diretas ao paciente. “Queremos contribuir para que os enfermeiros possam ter mais segurança no trabalho dentro da atenção primária e Cuba é um exemplo neste sentido”, finalizou.

O III Congresso Regional de Medicina Familiar CIMF – WONCA – Iberoamericano e o X Seminário Internacional de Atenção Primária de Saúde acontece de 12 a 16 de março de 2012, em La Habana, Cuba. Até o dia 25 de janeiro especialistas interessados em submeter trabalhos no encontro devem realizar a inscrição no site www.cimfcuba.com/

Leia também: Entrevista com Maria Inez Padula Anderson - Vice-Presidente CIMF - Região Conesul, sobre as discussões e as implicações da reunião da Cúpula ibero-americana para a medicina de família brasileira (IV Cumbre), encontro realizado nos dias 15 e 16 de novembro de 2011, em Assunção, no Paraguai. Confira as expectativas para o III Congresso Ibero-Americano de Medicina Familiar.

*Crédito foto: Osmar Bustos

 

<< voltar às notícias

PARCEIROS

AFILIADOS