NotíciasHome / Notícias / IV CUMBRE REFORÇA A IMPOR...
IV Cumbre reforça a importância da medicina de família na APS 24/11/2011

Realizado nos dias 15 e 16 de novembro, em Assunção, no Paraguai, a IV Cumbre Iberoamericano de Medicina Familiar, trouxe à discussão inúmeros pontos referentes ao papel da especialidade frente à Atenção Primária como formação e qualificação; avaliação de qualidade das ações desenvolvidas; desenvolvimento cientifico e políticas públicas da APS, entre outros.

Idealizada pela Confederação Iberoamericana de Medicina Familiar (CIMF/WONCA), contou com o apoio organizacional da Sociedade Paraguaia de Medicina Familiar e dao da Organização Panamericana de Saúde (OPAS), o encontro contou com a participação de 100 pessoas, dentre elas o Coordenador Geral de Projetos e Recursos Humanos para a Saúde da Organização, Charles Godue; o representante da OPAS no Paraguai, Rubén Figueroa; do Presidente da Wonca, Richard Roberts; e, da SBMC, o presidente Gustavo Gusso, a MFC Maria Inez Padula, entre outros membros da Sociedade. Ainda do Brasil, esteve presente representando o Ministério de Saúde, o diretor da Atenção Básica (DAB), Hêider Pinto.

A SBMFC News conversou com Maria Inez Padula Anderson - Vice-Presidente CIMF - Região Conesul sobre as discussões e das implicações da reunião da Cúpula ibero-americana para a medicina de família brasileira.Confira.

SBMFC NEWS – O que representa a presença da OPAS na IV Cumbre?
Maria Inez Padula – Sem dúvida, o apoio e participação da OPAS foi um dos maiores destaques - senão o maior. É com muita alegria que vemos a OPAS se aproximar e conhecer mais de perto a Medicina de Família (MF), podendo perceber assim que fortalecer a MF é fortalecer a Atenção Primária à Saúde (APS).

SBMFC NEWS – Esta é a primeira vez que a Organização participa da reunião?
Inez - Sempre tivemos a parceria da OPAS mas, desta vez, a própria diretora da Organização, Mirta Roses, apesar de não ter podido estar presente, pessoalmente, fez questão de gravar uma mensagem de vídeo que foi mostrada na abertura, oportunidade em que saudou a todos e destacou a importância da MF e da APS para os sistemas de saúde.

Além da diretora, destacaria também a participação e envolvimento pessoal da Ministra de Saúde do Paraguai, Esperanza Martínez e, sobretudo, do presidente da WONCA, Richard Burts, que mais uma vez, trouxe importantes contribuições à reflexão e ao aprendizado sobre o papel da MF nos sistemas de saúde, com seu jeito e didática muito especiais. Ele deixou ainda registrada a importância da MF e da APS: "Paraguay tienen el honor de ser el anfitrión de esta cumbre ... Queremos enfocar la importancia de medicina familiar y el rol que cumple en la atención primaria de la salud” .

SBMFC NEWS – Das discussões. Quais principais pontos pode destacar?
Inez - A IV Cumbre avançou em diretrizes da MF e da APS relacionadas a quatro temas centrais: formação e qualificação da MF e das equipes de Saúde da Família; avaliação da Qualidade das ações da MF e da APS; investigação e Pesquisa em MF e da APS; e das políticas públicas voltadas à MF e à APS. Em breve serão divulgadas pela CIMF, no documento intitulado ACORDO DE ASSUNÇÃO.

SBMFC NEWS - E qual a relevância deste encontro para a MFC, ESF e APS brasileira?
Inez - Participar de um evento como este, onde se evidenciam os resultados positivos para a saúde das pessoas dos países que contam com APS e MF como base dos sistemas de saúde aumenta o sentimento de que pertencemos a um movimento pelo qual vale a pena trabalhar e lutar.

Renova as forças e dá novo ânimo para lidar com as dificuldades, pois sabemos que andar no contra fluxo exige perseverança e força. A cada dia mais um maior número de gestores, profissionais de saúde e, principalmente, a própria população percebe que os sistemas de saúde podem mudar e mudar para melhor quando se dispõe de MF e de uma APS qualificada ao alcance de todos.

SBMFC NEWS - Como vê a participação de representantes de diferentes esferas governamentais, inclusive do Brasil?
Inez - É fundamental. Seria muito importante que alguns de nossos gestores (que secundarizam a SF) pudessem compreender a dimensão que a ESF tem para o Brasil e para o mundo, em países como o próprio Paraguai.

A implantação e o crescimento exponencial da MF e da APS no Paraguai, contou com inspiração e apoio do modelo brasileiro – da nossa Estratégia Saúde da Família. Penso que é motivo de orgulho para todos nós que acreditamos e trabalhamos por uma APS de qualidade ver a ESF sendo valorizada e servindo de modelo. Neste aspecto, a III Cumbre Iberoamericana de Medicina Familiar que se realizou em Fortaleza, no Brasil, em 2008, cumpriu um papel estratégico.

SBMFC NEWS - Para finalizar, qual sua expectativa para o III Congresso Ibero-americano de Medicina Familiar 2012, que acontecerá de 12 a 16 março, em Cuba?
Inez - As melhores possíveis. Esta é uma oportunidade única. Ótimas temáticas científicas e técnico-políticas. Local e cenário simbólicos para os profissionais e sistemas de saúde de todo o mundo.

Será um grande evento iberoamericano, mas também com boa participação de profissionais da América do Norte e de muitos países da Europa e de outras partes do mundo. Neste encontro, espera-se repetirmos a dose com uma grande delegação de brasileiros! Aproveito também para lembrar que o prazo para envio dos trabalhos científicos foi postergado para 31 de dezembro.

Sobre a CIMF
3º Congresso Iberoamericano de Medicina Familiar e 10º Seminário Internacional de Cuidados Primários de Saúde
Tema central:
"FORTALECENDO A MEDICINA FAMILIAR E A APS NOS SISTEMAS DE SAÚDE: CHAMADO PARA O SÉCULO XXI"
Local: Palacio de las Convenciones de La Habana, Cuba,
Data: 12 a 16 de março de 2012
Inscri
ções e informações: www.cimfcuba.com

<< voltar às notícias

PARCEIROS

AFILIADOS