NotíciasHome / Notícias / CASOS DE DENGUE NA BAHIA ...
Casos de dengue na Bahia aumentaram 305% em relação a 2008 30/03/2009

O número de casos de dengue na Bahia até a terceira semana de março já é 305% maior que o registrado no mesmo período de 2008, conforme boletim epidemiológico divulgado na manhã desta segunda-feira (30) pela Secretaria Estadual de Saúde. Da segunda para a terceira semana deste mês, o total de notificações da doença subiu de 26.597 para 32.306 em todo a Estado. Dos 417 municípios que compõem o território baiano, 272 (65%) apresentam casos da doença. As notificações de mortes somam 65, sendo que foi confirmada a dengue em 29 delas.

As cidades de Jequié, Itabuna e Porto Seguro ainda são apontadas como as localidades onde a incidência é maior. Em Itabuna, por exemplo, oito pessoas já morreram em 2009, e outros três casos suspeitos estão em fase de análise. Em Jequié, que concentra o segundo maior número de casos de dengue hemorrágica, com 53 casos confirmados, três pessoas já morreram.

Eunápolis

Na quinta-feira da semana passada (26), o índice de infestação predial pelo mosquito da dengue de 4,75%, considerado de alto risco pelo Ministério da Saúde, levou o município de Eunápolis, no extremo sul do Estado, a decretar situação de emergência. Outros sete municípios já haviam decretado estado de emergência em virtude do aumento nos registros da doença. São eles: Itabuna, Ilhéus, Ipiaú, Irecê, Jacobina, Jequié e Porto Seguro.

Conforme o secretário municipal de Saúde de Eunápolis Mário Gontijo, a medida é preventiva e se deu também por conta do aumento do número de atendimentos nos hospitais públicos na cidade. No Hospital Regional, o maior do município, entre 40 e 50 pessoas são atendidas por dia com suspeita de dengue - algumas na forma hemorrágica. Para o secretário, a tendência é de aumento no número de casos da dengue no município devido á falta de estrutura para barrar a proliferação do mosquito transmissor.

Ele reconheceu que há deficiência de atendimento nos postos de saúde e chegou a afirmar que há unidades do Programa de Saúde da Família (PSF) sem funcionar no município. O secretário estadual de Saúde Jorge Solla, que já esteve em Eunápolis, anunciou que será implantado no Hospital Regional de Eunápolis um centro de hidratação em que o paciente é submetido a exames de hematócrito, hemoglobina, número de plaquetas e leucograma, a exemplo do que foi feito nas cidades de Itabuna, Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália.


Com informações do Uol Ciência e Saúde

<< voltar às notícias

PARCEIROS

AFILIADOS