NotíciasHome / Notícias / PREJUÍZOS DO EXCESSO DE E...
Prejuízos do excesso de exames e medicamentos é tema da jornada de Medicina de Família em Ribeirão Preto 02/03/2017

Realizado nos dias 10 e 11 de março, evento reúne estudantes, residentes, médicos e professores com o objetivo de fortalecer a capacidade clínica e gerencial desses profissionais

A IV Jornada de Saúde da Família de Ribeirão Preto, realizada nos dias 10 e 11 de março, pelo Núcleo Regional de Medicina de Família e Comunidade de Ribeirão Preto, terá entre os temas abordados os prejuízos na saúde do paciente pelo excesso de exames e medicamentos prescritos pelos médicos. O evento será realizado no Centro Universitário Barão de Mauá, Rua Ramos de Azevedo, 423, a partir das 18h do dia 10/3 e tem apoio da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC). Mais informações no site: goo.gl/O0fcmz.

“O objetivo da jornada é fortalecer a capacidade clínica e gerencial desses profissionais, visto que a atenção primária exige uma alta demanda de tecnologia leve, ou seja, há uma grande necessidade de capacidade humana de alta qualidade, tanto para lidar com a assistência propriamente dita, quanto para organizar o sistema de saúde, seja ele na porta de entrada, que são as unidades de saúde - seja em outros pontos da Rede de Atenção à Saúde, por isso foram optados por temas que permeiam esses meios, qualificando o médico de família e comunidade a fazer tal papel”, explica Lucas Gaspar Ribeiro, médico de família e membro da comissão organizadora da jornada.

 

Entre os temas, está a abordagem da Prevenção Quaternária e Choosing Wisely, vertentes de conscientização sobre a realização de exames de rotina ou "check-up", em uma pessoa que não tenha quaisquer sintomas de uma determinada doença, que pode em algumas ocasiões levar ao diagnóstico de uma doença que jamais se tornariam um problema de saúde, e indicar tratamento que seria dispensável. Estudos estimam que o diagnóstico é muito comum, podendo chegar a até um terço dos casos de câncer de mama, a mais de 60% dos casos de câncer de próstata e a grande maioria dos casos de câncer de tireoide. Ainda são temas pouco comentados nas faculdades de medicina e mesmo para profissionais com anos de experiência é algo ainda pouco claro, por isso será a palestra de abertura do evento, reforçando o enfoque na pessoa antes do exame, diagnóstico ou tratamento.

 

Para atingir tais objetivos, envolve a necessidade de uma estreita vigilância por parte do próprio médico, uma espécie de controle de qualidade permanente em nome da consciência do dano que poderia fazer, mesmo involuntariamente, a seus pacientes. A prevenção quaternária, um olhar crítico sobre as atividades médicas, com ênfase sobre a necessidade de não prejudicar o paciente, é uma compreensão de que a medicina é baseada em um relacionamento, e que essa relação deve permanecer verdadeiramente terapêutica, respeitando a autonomia dos pacientes e médicos para uma prática médica sem conflitos de interesse.

 

Sobre o Choosing Wisely Brasil

A SBMFC firmou uma parceria com representantes no Brasil da Choosing Wisely International, lançando a Choosing Wisely Brasil, que reforçará as reflexões em torno de escolhas inteligentes na atenção à saúde brasileira. Os sites dos Choosing Wisely norte-americano e canadense trazem interessantes informações e recomendações, sempre através das sociedades de especialidades, que atuam por adesão voluntária e com total independência. A partir da parceria com a SBMFC, o site da Choosing Wisely Brasil trará as recomendações nacionais. A parceria com o Centro Colaborador para Qualidade e Segurança do Paciente – Proqualis garantirá ampla divulgação destas informações.

 

Sobre o Núcleo Regional de Medicina de Família e Comunidade de Ribeirão Preto

Entidade vinculada à Associação Paulista de Medicina de Família e Comunidade (APMFC), e com a Associação Paulista de Medicina (APM), é uma organização de médicos de família e comunidade que atuam nas regiões de Franca, Ribeirão Preto, Sertãozinho, Ituverava, Jaboticabal, São Joaquim da Barra e cidades adjacentes a ela. O Núcleo tem como objetivo fortalecer a especialidade dentro da região atuando de diferentes maneiras, dentre elas: aproximar os médicos de família e comunidade dessa região entre sí, entre eles e a APMFC e a SBMFC. Atuar como coordenador de atividades de formação continuada, qualificando esses profissionais para serem cada dia mais resolutivos e de alta qualidade.

Quem é o médico de família e comunidade (MFC)?

A medicina de família e comunidade é uma especialidade médica, assim como a cardiologia, neurologia e ginecologia. O MFC é o especialista em cuidar das pessoas, da família e da comunidade no contexto da atenção primária à saúde. Ele acompanha as pessoas ao longo da vida, independentemente do gênero, idade ou possível doença, integrando ações de promoção, prevenção e recuperação da saúde. Esse profissional atua próximo aos pacientes antes mesmo do surgimento de uma doença, realizando diagnósticos precoces e os poupando de intervenções excessivas ou desnecessárias. 

É um clínico e comunicador habilidoso, pois utiliza abordagem centrada na pessoa e é capaz de resolver pelo menos 90% dos problemas de saúde, manejar sintomas inespecíficos e realizar ações preventivas. É um coordenador do cuidado, trabalha em equipe e em rede, advoga em prol da saúde dos seus pacientes e da comunidade. Atualmente há no Brasil mais de 3.200 médicos com título de especialista em medicina de família e comunidade.

 

 

 

<< voltar às notícias

PARCEIROS

AFILIADOS