NotíciasHome / Notícias / 20/11 - DIA DA CONSCIÊNCI...
20/11 - Dia da Consciência Negra 20/11/2017

 A raça é uma condição que está associada a uma série de iniquidades nos mais diversos campos, e isso é observado em todo o mundo e também no Brasil. Os indivíduos negros têm condições de vida menos favoráveis, e isso não é diferente no campo da saúde, fazendo com que a questão racial seja compreendida como um importante determinante do processo saúde-doença.

No Brasil, os indivíduos negros correspondem a 54% da população nacional (PNAD, 2014), e são 70% dos usuários do SUS (Seppir, 2011). A despeito destas constatações, o que se observa quando se olha para a produção científica em saúde no Brasil, é uma grande lacuna a respeito de como a questão da negritude implica e se relaciona com as condições de saúde da população, tanto no desenvolvimento de processos de adoecimento, quanto no acesso aos espaços de cuidado. Ainda são poucas os estudos que se debruçam para a compreensão desta questão. E em relação aos bancos de dados públicos, do sistema único de saúde, que poderiam servir de fonte para análise a respeito desta temática, o preenchimento do quesito raça/cor é feito de forma incompleta e inadequada.

É fundamental ressaltar que o enfrentamento de condições desiguais de saúde e de vida, que têm profunda associação com o racismo nas suas mais diversas formas, e que é fruto de um processo histórico de injustiça e negligência com a população negra, passa pelo conhecimento e entendimento das especificidades das condições de saúde dessa população.

Um estudo publicado no início deste ano, que analisou a  “Associação entre expansão da atenção primária à saúde e desigualdades raciais na mortalidade evitável pela atenção primária no Brasil”, entre 2000 e 2013 (PLoS Medicine, 2017), concluiu que houve uma redução na mortalidade relacionada a estas condições na população negra, reforçando a importância da atenção primária na redução das iniquidades relacionadas a questão racial.

 

Nesse sentido, é fundamental que a questão racial seja priorizada nos espaços de formação em saúde, nos serviços que prestam assistência à população, e na produção científica, com vistas a realização de um cuidado baseado na equidade e integralidade, e com o compromisso de contribuir para a melhora das condições de saúde desta população.


GT de Saúde da População Negra 

<< voltar às notícias

PARCEIROS

AFILIADOS