Trabalho rotativo no turno da noite aumenta moderadamente o risco de diabetes tipo 2Home / Trabalho rotativo no turno da noite aumenta moderadamente o risco de diabetes tipo 2

Trabalho rotativo no turno da noite perturba os ritmos circadianos e tem sido associado com obesidade, síndrome metabólica e desregulagem de glicose. Entretanto, sua associação com a diabetes tipo 2 permanece obscura. Portanto, estes pesquisadores buscaram avaliar esta associação em dois coortes de mulheres americanas. Eles acompanharam 69.269 mulheres com idades entre 42 e 67 anos em Nurses' Health Study I (NHS I, 1988-2008) e 107.915 mulheres com idades entre 25 e 42 anos em NHS II (1989-2007) sem diabetes, doença cardiovascular e câncer como linha de base. As participantes foram questionadas sobre quanto tempo trabalham em turnos noturnos rotativos (definido como pelo menos três noites/mês em adição a dias e noites no mesmo mês) no início do estudo. Esta informação foi atualizada a cada 2-4 anos na NHS II.

Diabetes tipo 2 auto-relatados foram confirmados por um questionário suplementar validado. Eles documentaram 6.165 (NHS I) e 3.961 (NHS II) casos de incidência de diabetes tipo 2 durante os 18-20 anos de acompanhamento. Nos modelos proporcionais de Cox ajustados para fatores de risco de diabetes, a duração do turno da jornada de trabalho foi monotonicamente associada a um aumento no risco de diabetes tipo 2 em ambos os coortes. Comparado com mulheres que não relataram jornada de trabalho, as razões de risco reunidas para participantes com 1-2, 3-9, 10-19 e 20 anos ou mais de jornada de trabalho foi de 1,05, 1,20, 1,40 e 1,58 respectivamente. Maiores ajustes para índice de massa corporal atualizada atenuou a associação e as taxas de risco reunidas foram de 1,03, 1,06, 1,10 e 1,24.

Os pesquisadores concluíram: “Nossos resultados sugerem que um período extenso de trabalho rotativo no turno da noite está associado com um ligeiro aumento no risco de diabetes tipo 2 em mulheres, o que parece ser parcialmente mediado pelo peso corporal. Exames apropriados e estratégias de intervenção em trabalhadoras em turnos da noite rotativos são necessários para a prevenção de diabetes.”
 

Associação.

Para o resumo completo, clique aqui.

PLoS Medicine 6 de dezembro de 2011 © 2011 Pan et AL Trabalhos Rotativos no Turno da Noite e Risco de Diabetes Tipo 2: Dois Estudos de Coorte Prospectivos em Mulheres. An Pan, Eva S. Schernhammer, Qi Sun e Frank B. Hu. Correspondência para Frank Hu: frank.hu@channing.harvard.edu

Categoria: T. Endócrino/Metabólico/Nutricional Palavras-chave: turno da noite, risco, tipo 2, diabetes, estudos de coorte prospectivo, Journal Watch.
Sinopse editada por Dr. Stephen Wilkinson, Melbourne, Austrália. Publicada em Global Family Doctor 23 de dezembro de 2011

PARCEIROS

AFILIADOS