Células-tronco cardíacas parecem promissoras em pacientes com cardiomiopatia isquêmicaHome / Células-tronco cardíacas parecem promissoras em pacientes com cardiomiopatia isquêmica

kit-positivo-C, linhagem de células-tronco cardíacas negativa (CTCs) melhoram a disfunção ventricular esquerda pós-infarto (VE) quando administrada em animais. Os pesquisadores realizaram um teste de fase 1 (Infusão de Células-Tronco em Pacientes com cardiomiopatia Isquêmica: SCIPIO) de CTCs autólogos para o tratamento de insuficiência cardíaca resultando de doença cardíaca isquêmica. No estágio A do teste de SCIPIO, pacientes com disfunção VE pós-infarto (fração de ejeção, FE, maior ou igual a 40%) antes de cirurgia de revascularização miocárdica foram consecutivamente matriculados nos grupos de tratamento e controle. No estágio B, pacientes foram aleatoriamente designados aos grupos de tratamento e controle em uma proporção 2:3 por uso de um esquema de randomização de blocos gerados pelo computador. 1 milhão de CTCs autólogos foram administrados por infusão intra-coronária em uma média de 113 dias após a cirurgia; controles não receberam nenhum tratamento. Este estudo ainda está em andamento.16 pacientes foram designados para o grupo de tratamento e sete para o grupo de controle; nenhum efeito adverso relacionado a CTCs foi reportado.

Em 14 pacientes tratados com CTCs analisados, FEVE (Fração de Ejeção do Ventrículo Esquerdo) aumentou de 30,3% antes da infusão de CTC para 38,5% aos 4 meses após a infusão. Por outro lado, nos sete pacientes do grupo de controle, durante o tempo de intervalo correspondente, a FEVE não mudou. Sobretudo, os efeitos salutares da CTCs foram ainda mais pronunciados em 1 ano em oito pacientes (exemplo, a FEVE aumentou em 12,3 unidades de fração de ejeção contra linha de base). Em sete pacientes tratados nos quais a ressonância magnética cardíaca poderia ser feita, o tamanho do infarto diminuiu de 32,6 g em 7,8g (24%) em 4 meses e 9,8 g (30%) em 1 ano.

Os pesquisadores concluíram: “Estes resultados iniciais em pacientes são muito encorajadores. Eles sugerem que a infusão intra-coronária de CTCs autólogos é efetiva em melhorar a função sistólica do VE e reduzir o tamanho do infarto em pacientes com insuficiência cardíaca após infarto do miocárdio, e garante estudos de fase 2 ainda maiores.”


Um desenvolvimento interessante

Para o resumo completo, clique aqui.

The Lancet 378(9806):1847-1857, 26 de novembro de 2011 © 2011 Elsevier Limited
Células-tronco cardíacas em pacientes com cardiomiopatia isquêmica (SCIPIO): resultados iniciais de um teste randomizado de fase 1. Roberto Bolli, Atul R Chugh, Domenico D'Amario. Correspondência para Roberto Bolli: rbolli@louisville.edu

Categoria: K. Circulatório. Palavras-chave: cardíaco, células-tronco, isquêmica, cardiomiopatia, teste randomizado de fase 1, Journal Watch.
Sinopse editada por Dr. Stephen Wilkinson, Melbourne, Austrália. Publicada em Global Family Doctor 23 de dezembro de 2011

PARCEIROS

AFILIADOS